Entre os dias 31 de julho e 20 de agosto de 2018, decorre o prazo para candidaturas através dos regimes de mudança par instituição/curso e reingresso para frequência no ano letivo 2018/2019.

As candidaturas são feitas exclusivamente através da plataforma online disponível na página da Internet dos Serviços Académicos. 

Emolumentos: taxa de candidatura € 60,00 (sessenta euros | valor não reembolsável).

 

1- MUDANÇA PAR INSTITUIÇÃO/CURSO

 

Podem requerer Mudança Par Instituição/Curso os estudantes que:

  1. A)    Estudantes Nacionais

Os estudantes que cumulativamente :

  1. Tenham estado matriculados e inscritos noutro par instituição/curso e não o tenham concluído (tenha havido ou não interrupção de estudos);
  2. Tenham realizado os exames nacionais do ensino secundário correspondentes às provas de ingresso fixadas para esse par, para esse ano, no âmbito do regime geral de acesso;
  3. Tenham, nesses exames, a classificação mínima exigida pela instituição de ensino superior, nesse ano, no âmbito do regime geral de acesso.

 

  1. B)    Estudantes Estrangeiros

Os estudantes que cumulativamente :

  1. Tenham estado matriculados e inscritos num curso em instituição de ensino superior estrangeira e não o tenham concluído;
  2. Tenham exames finais de disciplinas homólogas (equivalentes) às provas de ingresso do curso a que pretendem concorrer e de âmbito nacional.
  1. Tenham, nesses exames, a classificação mínima exigida pela instituição de ensino superior no âmbito do regime geral de acesso (a classificação não pode ser inferior à exigida no âmbito do concurso nacional de acesso).

 

Instrução da Candidatura a Mudança de Par Instituição/Curso:

Não é permitida a mudança de curso no ano letivo em que o estudante tenha sido colocado em par instituição/curso de ensino superior ao abrigo de qualquer regime de acesso e ingresso e se tenha matriculado e inscrito.

A instrução da candidatura é da exclusiva responsabilidade do candidato.

A candidatura é submetida através da plataforma online disponível na página da internet dos Serviços Académicos e deve ser instruída com os seguintes documentos (o upload dos documentos é obrigatório):

  1. Fotocópia do cartão de cidadão ou de outro documento de identificação civil e fiscal;
  2. Documento comprovativo da conclusão do curso de ensino secundário ou equivalente*;
  3. Documento comprovativo da aprovação nos exames nacionais do ensino secundário, correspondentes às provas de ingresso fixadas pela UTAD no âmbito do regime geral de acesso para o curso ao qual se candidata, com as respetivas classificações*;
  4. Documento comprovativo de matrícula/inscrição no estabelecimento de ensino superior de origem;
  5. Documento comprovativo das unidades curriculares realizadas no estabelecimento de ensino superior de origem, com indicação dos ECTS e as classificações obtidas (caso tenha realizado alguma unidade curricular);
  6. Declaração do estabelecimento de ensino de origem de não prescrição de matrícula para o ano letivo a que se candidata ou declaração de não aplicação deste regime no estabelecimento de ensino superior de origem.

*Ficha ENES emitida pela Escola Secundária onde foram realizados os exames nacionais. Este documento serve como comprovativo da titularidade do curso do ensino secundário e da respetiva classificação, bem como das classificações obtidas nos exames nacionais do ensino secundário, correspondentes às provas de ingresso exigidas para ingresso no par curso/universidade.

Notas:

  1. Para os estudantes que se ingressaram no ensino superior através das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos, deve ser junto, cumulativamente, certidão de aprovação nas provas e respetiva classificação por disciplina.
  2. Para os estudantes titulares de cursos não portugueses legalmente equivalentes ao ensino secundário português, a condição de ingresso pode ser satisfeita através da aplicação do artigo 20.º -A do Decreto -Lei n.º 296 -A/98, de 25 de setembro, na sua redação atual.

 

Seriação:

Os candidatos são seriados e ordenados com base na pontuação por aplicação da seguinte fórmula:

formula

em que:

P = pontuação obtida

CPI = classificação das provas de ingresso, calculada: (i) pela média dos exames nacionais do ensino secundário, correspondente às provas de ingresso fixadas pela UTAD no ano de candidatura e para o curso a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso, (ii) ou a média das provas de ingresso, ou de avaliação, no âmbito do regime geral de acesso, (iii) ou a média de acesso ao ensino superior no país de origem (quando necessária, convertida na escala de 0 a 20) no caso de estudantes internacionais

CUC = classificação obtida na unidade curricular i (quando necessária, convertida na escala de 0 a 20)

EUC = número de ECTS da unidade curricular i 

 

Para efeitos de aplicação da fórmula referida anteriormente, são relevantes as unidades curriculares:

  1. Em que o candidato teve aproveitamento no curso de origem;
  2. Isoladas ou extracurriculares realizadas com aproveitamento pelo candidato na UTAD desde que pertencentes ao curso a que se candidata.

 

A análise de eventuais equivalências/creditação no âmbito da candidatura serve única e exclusivamente para este efeito.

 

Cursos com pré-requisitos:

  1. O curso de Enfermagem exige pré-requisitos Grupo A – ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia – comprovados mediante declaração médica, sob a forma de resposta a um questionário;
  2. O curso de Medicina Veterinária exige pré-requisitos Grupo B – ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia – comprovados mediante declaração médica;
  3. O curso de Ciências do Desporto exige pré-requisitos Grupo B – ausência de deficiência psíquica, sensorial ou motora que interfira gravemente com a capacidade funcional e de comunicação interpessoal a ponto de impedir a aprendizagem própria ou alheia – comprovados mediante declaração médica.

A comprovação dos pré-requisitos é realizada pelos candidatos mediante a entrega do competente documento no ato da matricula e inscrição, caso venham a obter colocação, sendo condição indispensável para a realização da referida matrícula e inscrição. Os pré-requisitos são válidos apenas no ano da sua realização.

 

2 – REINGRESSO

 

Podem requerer reingresso os estudantes que:

  1. Tenham estado matriculados e inscritos nesse curso na UTAD ou em curso que o tenha antecedido;
  2. Não tenham estado inscritos nesse curso no ano letivo anterior àquele em que pretendem reingressar.

Instrução da candidatura a reingresso:

A candidatura é submetida através da plataforma online disponível na página da internet dos Serviços Académicos, devendo ser feito o upload da fotocópia do cartão de cidadão ou outro documento de identificação.

A instrução da candidatura é da exclusiva responsabilidade do candidato.

A presente informação não dispensa a leitura da regulamentação aplicável:        

Regulamento dos Regimes de Reingresso e de Mudança de Par Instituição/Curso para Acesso e Ingresso nos Cursos de Licenciatura e Mestrado Integrado da UTAD, publicado no Diário da República n.º 135, 2.ª série, de 15 de julho (Regulamento n.º 669/2016), Declaração de Retificação n.º 489/2017, publicada no Diário da República n.º 142/2017, 2.ª série, de 25 de julho, e Portaria n.º 181-D/2015, de 19 de junho de 2015, alterada pela Portaria n.º 305/2016, de 6 de dezembro, e demais normas aplicáveis.

Informações: Telefone 259350049 | correio eletrónico sautad@utad.pt

 

Centro de Serviços Comuns da UTAD, 24 de julho de 2018.

Diretora de Serviços Académicos

Cristina Lacerda

 

CursoMudança Par/Instituição Curso
Animação Cultural e Comunitária3
Arquitetura Paisagista1
Bioengenharia4
Biologia2
Biologia e Geologia1
Bioquímica5
Ciências da Comunicação7
Ciências da Nutrição0
Ciências do Ambiente1
Ciências do Desporto10
Comunicação e Multimédia4
Economia3
Educação Básica1
Enfermagem5
Engenharia Agronómica2
Engenharia Biomédica2
Engenharia Civil1
Engenharia e Gestão Industrial (preparatórios)2
Engenharia Eletrotécnica e de Computadores3
Engenharia Florestal1
Engenharia Informática10
Engenharia Mecânica1
Engenharia Zootécnica2
Enologia3
Genética e Biotecnologia5
Gestão6
Línguas e Relações Empresariais4
Línguas, Literaturas e Culturas3
Medicina Veterinária8
Psicologia5
Reabilitação Psicomotora3
Serviço Social3
Teatro e Artes Performativas2
Turismo3
 

Ref.ªAçãoInícioFim
1Apresentação das candidaturas31-07-201820-08-2018
2Afixação dos editais de colocação-12-09-2018
3Reclamação sobre as colocações13-09-201814-09-2018
4Matrículas18-09-201821-09-2018
5Afixação do resultado sobre as reclamações-25-09-2018
6Matrículas para reclamações deferidas26-09-201828-09-2018
 

 

CANDIDATURA