Descrição

O Programa de Licenciaturas Internacionais é um programa desenvolvido pela Fundação Brasileira para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com o apoio do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras (GCUB), cujo objetivo fundamental é elevar a qualidade do ensino, mormente das licenciaturas e da formação de professores.
Neste âmbito, o PLI evidencia-se pela dinamização de ações relativas à formação inicial, bem como pela implementação de novas diretrizes curriculares incorrendo no ensino fundamental e médio. O Programa procura fomentar particularmente o intercâmbio de estudantes em licenciaturas nas áreas da Química, Física, Matemática, Biologia, Português, Artes e Educação Física.

Os planos de estudo encontram-se em:

https://www.utad.pt/vPT/Area2/estudar/oferta_educativa/1ciclo/Paginas/1ciclo.aspx

Como Funciona

O Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES compreende uma formação “sanduíche” em nível de graduação, ou seja, com o início e a conclusão de um curso numa Universidade Brasileira e uma etapa intermediária, na área temática específica de formação do aluno, a ser realizada em Portugal. Presentemente:

O 1º e 4º ano realizam-se na IES de origem, no Brasil
O 2º e 3º ano realizam-se na UTAD.
O Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES prevê uma dupla titulação, com a atribuição de dois diplomas no final da licenciatura: um pela Universidade Brasileira e a outro pela Universidade Portuguesa.
Para cada bolseiro selecionado pela CAPES, num campo temático específico, será determinado um Projeto Curricular que envolve a realização de quatro semestres na UTAD.

Benefícicios

– Bolsas e passagens aéreas internacionais para estudantes brasileiros nos termos vigentes na CAPES;
– Passagens aéreas internacionais e diárias para docentes brasileiros em missão em Portugal;
– Experiência internacional com grande acréscimo pessoal e profissional.

Inscrição no programa

1-) O estudante deverá dirigir-se ao gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade (GRIM), por forma a entregar a documentação necessária e ser informado acerca dos procedimentos a realizar, designadamente a sua matrícula nas Unidades Curriculares (UCs) e a regularização da sua situação como estrangeiro em Portugal.
Para a matrícula na UTAD são necessários os seguintes documentos:
§ Passaporte;
§ Uma fotografia tipo passe;
§ Número de Identificação Fiscal;
§ Carteira de identidade (documento com filiação fundamental para fazer a matrícula do estudante);
§ Boletim de vacinas atualizado.

2-) Após efetuada a matrícula, é facultada ao aluno uma ficha de inscrição nas Unidades de Crédito (ou disciplinas). O aluno dispõe, impreterivelmente, de 30 dias após a sua chegada para regularizar a inscrição nas UCs. Deve entregar esta ficha no GRIM.
É-lhe fornecida uma palavra-chave e login que lhe permite aceder ao sistema de gestão de informação académica “SIDE”, onde deve fazer também a inscrição nas UCs.
Um acesso regular ao SIDE é muito importante, pois lá o aluno poderá consultar as suas notas, bem como inscrever-se nas turmas práticas e em exames especiais.

3-)Por ultimo, os alunos devem dirigir-se aos Serviços Académicos para obter uma Declaração de Inscrição e Matrícula, e em seguida deslocar-se ao Balcão BES no campus a fim de solicitar o Cartão de Estudante.

Contacto

Lúcia Fernandes

Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade (GRIM)
Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Edifício Pedrinhas – Quinta de Prados – Ap. 1013
5001-801 Vila Real – PORTUGAL
E-Mail: grim.coord@utad.pt
Telefone: (+351) 259 350 407
Fax: (+351) 259 350 629

Sites Úteis:

Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade – GRIM

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Portal do Cidadão