A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

Curso prático de Alimentação Artificial em Apicultura

Julho 13 @ 9:00 - 18:30

 

Banner

 

APRESENTAÇÃO

Ao contrário do que se observa noutras partes do mundo, nas últimas décadas em Portugal, tem-se assistido a um crescimento sustentado do número de colónias de abelhas. Para isso têm contribuído os vários programas de estímulo ao investimento, a entrada de muitos jovens no sector, as recentes condições favoráveis no mercado do mel, além de uma certa tendência ambientalista. O desenvolvimento deste setor e a sua profissionalização trouxeram consigo a procura de novas práticas, não baseadas exclusivamente na manutenção do exame de abelhas, mas introduzindo novos procedimentos, que, alterando a biodinâmica da colónia, maximizam a rentabilidade da atividade e multiplicam as funcionalidades de uma colónia. Adicionalmente, acrescem as frequentes ameaças das pragas e doenças e os efeitos adversos das alterações climáticas que provocam períodos de carência alimentar extemporaneamente alargados. Estes fatores exigem ao apicultor uma vigilância continuada não só para garantir a sobrevivência das colónias mas particularmente para as manter num bom estado de saúde com capacidade de responder às exigências da produção. O estado nutricional das abelhas é reconhecido como um fator chave para garantir uma colónia saudável e produtiva. Um fluxo deficitário de néctar e pólen na colmeia condiciona no imediato o seu desenvolvimento, dando espaço à proliferação de patogénicos e consequentemente à redução das atividades e quantidade de abelhas na colónia. É por isso natural que se verifique por parte dos apicultores um incremento na prática da alimentação artificial, procurando fornecer às abelhas alimentos que lhes permitam suprir carências alimentares, mas também estimular o desenvolvimento antecipado das colónias numa estratégia de optimização da produção. Assim, saber identificar as necessidades, conhecer os alimentos passíveis de ser usados em apicultura e dominar as técnicas de aplicação, são hoje um requisito fundamental para o sucesso de qualquer empresa apícola. Neste curso procura-se responder a estes desafios, tendo em conta não só aquilo que está disponível na bibliografia da especialidade, mas também os resultados obtidos nas diversas experiências realizadas no âmbito do projeto ApisCibus – A alimentação artificial para abelhas: rastreio da qualidade, digestibilidade e impacto nas colonias. Este projeto ainda se encontra a decorrer, é financiado pelo Programa Apícola Nacional e envolve a FNAP, o IPB (Entidade Coordenadora) e a UTAD.

 

DESTINATÁRIOS

  • Público-Alvo

Técnicos apícolas e apicultores em geral.

 

  • Pré-requisitos / condições de acesso 

Uso de equipamento de proteção na componente do apiário.

Uso de bata no laboratório

 

OBJETIVOS

  • Descrever as bases teóricas subjacentes à fisiologia e às necessidades nutritivas da colónia de abelhas de mel.
  • Enumerar as propriedades das diversas matérias-primas que podem ser usadas como ingredientes dos alimentos a disponibilizar às abelhas.
  • Demonstrar no apiário de investigação o procedimento a realizar para otimizar a produção.
  • Orientar na estratégia de comercialização dos produtos.

 

RESPONSÁVEL PELO WORKSHOP

Prof. Paulo António Russo Almeida

 

COMISSÃO ORGANIZADORA

Prof. Paulo António Russo Almeida

Prof. Miguel José Rodrigues Vilas Boas (IPB)

Prof. Ângela Maria Ferreira Martins

Prof. João Carlos Mateus

Prof. Maria Teresa Rangel de Figueiredo

Mestre José Luís Fernandes Teixeira

Mestre Helena Mendes Ferreira

Mestre Raulene Rodrigues Lobo

Carla Alexandra Ferreira Coutinho Tomás

Idalina da Conceição Vieira Mesquita Abobeleira

 

ENTIDADES ENVOLVIDAS

Laboratório Apícola da UTAD (LabApisUTAD)

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

 

DURAÇÃO/HORÁRIO

8 horas, inícia às 09:00h e termina às 18:30h.

 

FORMADORES

Prof. Paulo António Russo Almeida

Prof. Miguel Vilas –Boas (IPB)

Mestre José Luís Fernandes Teixeira

 

PROGRAMA

09-13h

Exposição teórica em sala de aula (laboratório)

  • Conceitos de nutrição e Alimentação
  • Necessidades nutritivas das castas da colónia
  • Quando e como alimentar as abelhas
  • Alimentos energéticos
  • Alimentos proteicos
  • Componentes tóxicos presentes nos alimentos
  • Avaliação nutricional dos alimentos
  • Principais conclusões do projeto ApisCibus quanto aos alimentos comerciais.

14:30h-18:30h

No laboratório

  • Preparação de alimentos energéticos
  • Preparação de alimentos proteicos

No apiário

  • Demonstração da aplicação dos alimentos nas colónias
  • Cuidados a ter na aplicação dos alimentos para evitar a pilhagem.

 

CARTAZ

<<Ver>>

 

EMOLUMENTO

30€

 

LOCAL

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro– Ciências Agrárias, Laboratório 2.04.

 

INSCRIÇÕES

<<Inscrições on Line>>

NOTA: Inscrições até ao dia 12 de julho de 2019

 

REGRAS DE INSCRIÇÃO

As inscrições são formalizadas através do preenchimento On-line do formulário de inscrição e envio da digitalização do seu comprovativo de pagamento por uma das seguintes formas:

− Presencialmente, nas instalações do Gabinete de Formação;
− Por e-mail – abelc@utad.pt;
− Por correio – Gabinete de Formação da UTAD, Quinta de Prados, 5000-801 Vila Real.
Só serão consideradas inscrições completas (com os requisitos todos), ou seja, com a inscrição “on line” com os dados devidamente preenchidos, com a documentação previamente enviada, incluindo comprovativo de pagamento do curso (ex: talão de transferência bancária).
O pagamento pode ser efectuado por:

− Cheque à ordem da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.
− Transferência Bancária – IBAN PT50 0018 000346205068020 22
Os formandos deverão fazer prova do pagamento devido (ex: talão de transferência bancária).
Nota: É favor indicar o titular da conta bancária (quando não for a própria ou o próprio).

Detalhes

Data:
Julho 13
Hora:
9:00 - 18:30
Categoria de Evento: