Grau Académico
Mestre
Objetivos
1 - Os objetivos gerais definidos para o Mestrado em Engenharia Biomédica são:
a) Complementar a formação de licenciados provenientes de diversas áreas das ciências básicas e da engenharia, de modo a que sejam capazes de integrar conhecimentos para a resolução de problemas com aplicação nas ciências da vida e medicina;
b) Preparar os alunos para a investigação e/ou empregos orientados para o desenvolvimento e inovação, em empresas nacionais e internacionais que integram a cadeia de valor da saúde, hospitais e universidades. Os alunos com o grau de mestre serão capazes de realizar investigação científica multidisciplinar e possuir as competências necessárias para prosseguir os seus estudos e investigação num programa de doutoramento;
c) Dar a oportunidade aos alunos de aumentar os níveis de competências e de especialização, dando seguimento à sua formação de 1º ciclo obtida nas licenciaturas em Engenharia Biomédica e em Bioengenharia, e tendo em vista a sua empregabilidade.
2 – Para além disso, independentemente do percurso de especialização, os mestres deverão:
a) Desenvolver competências que lhes permitam relacionar o conhecimento em engenharia com as ciências da vida, de modo a avaliarem e conceberem projetos com aplicação em Engenharia Biomédica;
b) Adquirir competências na utilização de equipamentos e técnicas avançadas, em trabalho individual ou integrado em equipas multidisciplinares, de forma a permitir a criação e/ou o desenvolvimento de modelos computacionais, instrumentação eletrónica e software para aplicação Biomédica;
c) Fornecer formação técnica e científica detalhada e atualizada sobre as técnicas mais avançadas nos domínios da Engenharia, Biotecnologia, Bioquímica, Genética e Biomateriais visando a análise, diagnóstico e tratamento na área da saúde;
d) Desenvolver estratégias de investigação científica adotando soluções para resolver problemas concretos, e.g., formulação de hipóteses, planeamento e execução de protocolos experimentais, análise crítica de resultados e sua divulgação.

O curso oferece dois ramos ou especializações:
• Instrumentação e Informática Médica;
• Bioprocessos e Biomateriais.
Área CNAEF
Tecnologia dos Processos Químicos
(524) Portaria n.º 256/2005
Plano de Estudos/Diário da República
Horário
Horário Semanal: Condensado em 5 dias/semanaCalendário Letivo: Setembro a Junho
Duração
2 anos
ECTS
120
Saídas Profissionais
As atividades do Engenheiro Biomédico nas empresas e instituições de investigação e prestação de serviços de Saúde são:
• Especialização em equipamentos de monitorização e processamento de sinais cerebrais, cardíacos, pulmonar, temperatura, fetais e neonatais;
• Especialização em Sistemas de informação hospitalar, telemedicina e e-health;
• Higiene e Segurança nos Equipamentos Médicos;
• Gestão do Risco e Qualidade nos Hospitais;
• Especialização em equipamentos de diagnóstico em cardiologia, função pulmonar, neurofisiologia, estudo do sono, audiometria, oftalmologia, força muscular, e análises clinicas;
• Especialização em equipamentos de Imagiologia médica, tais como radiologia digital, tomografia, diagnóstico por ultra-sons, endoscopia, ressonância magnética;
• Especialização em dispositivos terapêuticos como ventiladores, desfibriladores, equipamentos de anestesia, hemodialise, equipamento para terapia por radiações, equipamento para hemodinâmica, e estimulação elétrica funcional na reabilitação;
• Especialização em instrumentação implantável (pacemakers, desfibriladores, neuro próteses, bombas de insulina).

Os Engenheiros Biomédicos podem trabalhar em:
• Universidades e Instituições de Ensino Superior;
• Empresas de material farmacêutico;
• Empresas de equipamento e instrumentação médica;
• Unidades de investigação e laboratórios de investigação e desenvolvimento de grandes empresas;
• Empresas de sistemas de Informação para a Saúde;
• Indústria farmacêutica e de análises;
• Hospitais e Serviços de Saúde;
• Laboratórios de Faculdades de Medicina;
• Organismos do Estado;
• Empresas de biomateriais;
• Outras empresas ligadas à área da Saúde.

Com o Mestrado em Engenharia Biomédica pretende-se:
• Dar a oportunidade aos alunos de integrarem os grupos de investigação dedicados às aplicações Biomédicas, tirando partido das sinergias entre docentes, departamentos e escolas da UTAD, atraindo estudantes para os projetos de investigação;
• Reafirmar a UTAD como parceira ativa e competitiva na investigação, conceção, desenvolvimento e comercialização de dispositivos, software e serviços associados à saúde, em nichos de mercado e de tecnologia selecionados, tendo como alvo os mais exigentes e mais relevantes mercados internacionais, num quadro de reconhecimento da excelência, do seu nível tecnológico, e das suas competências e capacidades no domínio da inovação;
• Promover iniciativas e atividades curriculares, extracurriculares e de investigação com os alunos, tendentes à formação de jovens engenheiros com vocação para a inovação e transferência de tecnologia e, assim, promover e incentivar a cooperação da UTAD com empresas, laboratórios, clínicas, hospitais, e outras universidades nacionais e internacionais, nas áreas económicas associadas à área da saúde.

LIGAÇÃO AO TECIDO ECONÓMICO
A colaboração já existente entre a Curso em Engenharia Biomédica e o Centro Hospitalar de Trás-os­Montes será estendida aos alunos deste Mestrado, permitindo-lhes identificar oportunidades de inovação na prestação dos serviços de saúde.
Para além disso, existirá a oferta de:
• Palestras proferidas por profissionais de referência na área de Engenharia Biomédica;
• Visitas de estudo em Empresas;
• Estágio em ambiente Hospitalar e em Empresas da área.
Perfil do Diplomado
O objetivo do Mestrado em Engenharia Biomédica é:
- Dar aos alunos a oportunidade de fazer parte dos grupos de pesquisa dedicados às aplicações biomédicas, aproveitando as sinergias entre professores, departamentos e escolas da UTAD, atraindo estudantes para projetos de pesquisa;
- Reafirmar a UTAD como um parceiro ativo e competitivo na pesquisa, design, desenvolvimento e comercialização de dispositivos, software e serviços relacionados à saúde em mercados e tecnologias de nicho selecionados, visando os mercados internacionais mais exigentes e mais importantes a partir de uma perspectiva de reconhecimento de excelência, do seu nível tecnológico e das suas habilidades e capacidades no campo da inovação;
- Promover atividades curriculares, extracurriculares e de pesquisa entre estudantes, com o objetivo de capacitar jovens engenheiros com vocação de inovação e transferência de tecnologia e, assim, promover e encorajar a cooperação da UTAD com empresas, laboratórios, clínicas, hospitais e outras universidades portuguesas e estrangeiras no áreas econômicas associadas à saúde.
Código DGES
9568
Condições de Acesso
Poderão candidatar­-se ao Mestrado em Engenharia Biomédica:
• Os titulares do grau de licenciado, ou equivalente legal, em Engenharia Biomédica, Bioengenharia e outras licenciaturas em áreas afins;
• Os titulares de um grau académico superior estrangeiro, nas áreas da engenharia Biomédica e Bioengenharia, ou áreas afins, conferido por um 1º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha;
• A Direção de curso poderá propor ao conselho científico a admissão de candidaturas de titulares de outros diplomas, desde que o respetivo currículo demonstre uma preparação científica adequada ao curso.
As candidaturas serão apreciadas com base na classificação final da licenciatura, na área de formação de base, bem como no currículo escolar, científico e/ou profissional.
Critérios de Seleção e Seriação
- Classificação da habilitação de acesso;
- Currículo científico;
- Currículo profissional;
- Os candidatos podem ser submetidos a entrevista para seleção e seriação.
Data da Decisão
23-07-2015
Deliberação da A3ES
Data do Registo
10-09-2015
Validade
23-07-2021