Grau Académico
Licenciado (pós-Bolonha)
Objetivos
A Licenciatura em Economia da DESG-UTAD caracteriza-se por dar resposta à necessidade crescente de formar especialistas competentes capazes de funcionar em vários setores da Economia de um país, bem como em vários setores de produção, através de um ensino orientado para as melhores práticas na área das ciências económicas.
Deste modo, num ambiente de grande proximidade entre alunos, docentes e departamento, o ensino da economia assenta no corpo docente de elevada qualidade, que continuamente adequa o curso, as suas metodologias e conteúdos programáticos às exigências do mercado de trabalho.
A licenciatura em Economia confere uma sólida formação que permite ao aluno facilmente integrar-se no mercado de trabalho onde é chamado a desenvolver funções nas várias áreas das ciências económicas desde a formulação de políticas económicas (monetária, orçamental, cambial, comercial, etc.), análises micro e macroeconómicas, atuação de mercados financeiros, análises económico-financeiras de investimentos, direção e desenvolvimento de organizações, etc.
O curso de Economia, em termos gerais proporciona aos alunos as melhores oportunidades de desenvolvimento pessoal, académico e profissional através de objetivos concretos, tais como:
- Estimular o espírito de investigação e o desenvolvimento das competências comportamentais, como o trabalho em equipa, a liderança, a motivação, etc.;
- Desenvolver competências em áreas essenciais como a matemática e a estatística, a gestão, a metodologia científica, as ciências sociais e humanas, a ética e o direito;
- Preparar o profissional para exercer a gestão económica tanto a nível de assessoria, como a de responsabilidade directa;
- Oferecer uma formação geral e sólida em teoria económica, acompanhada de conhecimentos de instrumentos teórico-quantitativos e uma forte base em formação histórica;
- Motivar para o prosseguimento da aprendizagem ao longo da vida, de um modo auto-suficiente;
- Estimular os graduados para prosseguir estudos ao nível de mestrado e/ou doutoramento.
Área CNAEF
Economia
(314) Portaria n.º 256/2005
Plano de Estudos/Diário da República
Horário
Semanal: Diurno
Duração
6 semestres
ECTS
180
Saídas Profissionais
- Técnicos de consultadoria na conceção e implementação de análises económico-financeiras de projetos de investimento;
- Cargos de gestão/administração nos quadros técnicos e dirigentes em empresas de diversa dimensão tais como instituições bancárias e financeiras, empresas industriais, comerciais e gabinetes de auditoria e consultoria;
- Cargos de gestão/administração da administração pública central, regional e local e os organismos europeus e internacionais;
- Atividades de consultadoria contabilística e de revisão de contas;
- Atividades de investigação no sistema de ensino superior e nos centros de investigação.
Perfil do Diplomado
A licenciatura em Economia confere uma sólida formação que permite ao aluno facilmente integrar-se no mercado de trabalho onde é chamado a desenvolver funções nas várias áreas das ciências económicas desde a formulação de políticas económicas (monetária, orçamental, cambial, comercial, etc.), análises micro e macroeconómicas, atuação de mercados financeiros, análises económico-financeiras de investimentos, direção e desenvolvimento de organizações, etc. O diplomado em Economia possui as seguintes competências:
- o espírito de investigação e de desenvolvimento das aptidões comportamentais, como o trabalho em equipa, a liderança, a motivação, etc.;
- em áreas essenciais como a matemática e a estatística, a gestão, a metodologia científica, as ciências sociais e humanas, a ética e o direito;
- preparação profissional para exercer a gestão económica tanto a nível de assessoria, como a de responsabilidade direta;
- Motivação para o prosseguimento da aprendizagem ao longo da vida, de um modo autossuficiente.
Entidades onde Exercer
- Sector industrial e comercial;
- Administração Pública
- Banca, seguros, outras instituições financeiras;
- Organizações Económicas e Financeiras Internacionais
- Empresas de Consultoria e Auditoria;
- Gabinetes de estudos e de projetos;
- Gabinetes de contabilidade;
- Ensino, formação e investigação
Código DGES
9081 (ver mais informações)
Vagas
40
Condições de Acesso
Preferência Regional:
não aplicável

Pré-requisitos:
não exigidos
Provas de Ingresso
Um dos seguintes conjuntos: 19 Matemática A ou (04 Economia; 19 Matemática A) ou (19 Matemática A; 18 Português)
Nota Mínima
Provas de ingresso: 95 (escala de 0-200)
Nota de candidatura: 95 (escala de 0-200)
Nota do Último Aluno Colocado na 1ª Fase
2018: 139,9
2017: 145,0
Cálculo da Nota de Acesso
Média do Secundário: 65%
Provas de Ingresso: 35%
Data da Decisão
03-03-2015
Deliberação da A3ES
Data do Registo
18-03-2011
Validade
03-03-2021