Grau Académico
Doutor
Objetivos
Este programa de doutoramento oferece um espaço de formação avançada no campo dos estudos sobre o envelhecimento demográfico e a longevidade a partir da lente científica própria das Ciências Sociais. Aparece, nesse sentido, como um ciclo de estudos agregador de áreas disciplinares variadas, procurando capitalizar das suas semelhanças, mas também das suas diferenças, numa abordagem focada nas complementaridades que se assumem como fundadoras para a compreensão de um fenómeno multidimensional como é o do envelhecimento demográfico e longevidade.
Trata-se de um programa de estudos que alinhará com as práticas mais exigentes a nível internacional no campo da formação avançada, assumindo como objetivo afirmar-se como um programa de referência a nível Ibérico no domínio dos estudos sobre o envelhecimento.
Área CNAEF
Ciências Sociais e do Comportamento
(310) Portaria n.º 256/2005
Plano de Estudos/Diário da República
Duração
6 semestres
Outras Informações
Unidades Curriculares:
– Envelhecimento e Ciências Sociais. Desenvolvimentos teóricos e metodológicos e temas estruturantes.
– Opção 1
– Opção 2
– Tese

OPCIONAIS:
– Estruturas, processos, representações sociais e vivências do envelhecimento e da longevidade
– Instituições Sociais e Envelhecimento Social
– Envelhecimento e Sociedade
– Métodos de investigação em Ciências Sociais aplicados aos Estudos do Envelhecimento.


Linhas de investigação associadas ao programa:
1: Envelhecimento populacional: Aspetos Demográficos
2: Qualidade de Vida e Envelhecimento Ativo
3: Diversidade Funcional no Envelhecimento, Inovação Social e Tecnológica.
4: Género, Desigualdades Sociais e Envelhecimento
5: Impacto Socioeconómico do Envelhecimento, Organização Social dos Cuidados e Políticas Públicas

O PROJETO: UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS (UNISF)
A Universidade sem Fronteiras (UNISF) nasce de uma parceria entre as 6 universidades públicas da Euro-região Galiza-Norte de Portugal, lideradas pela Universidade do Minho enquanto beneficiária principal, e a Fundação Centro de Estudos Eurorexionais (FCEER). As universidades que fazem parte da rede de universidades públicas da Euro-região são: a Universidade da Coruña (UdC), a Universidade de Santiago de Compostela (USC), a Universidade de Vigo (UV), a Universidade do Minho (UM), a Universidade do Porto (U. Porto) e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). Os reitores destas 6 universidades compõem o conselho da FCEER.
O objetivo do UNISF é implementar 4 programas-piloto de cursos inovadores, cooperativos e mais criativos, com uma clara componente transfronteiriça e multidisciplinar, em que participem as Universidades da Euro-região. O projeto UNISF foi aprovado com um orçamento total de 1.989.628,60€, com uma percentagem de cofinanciamento de 75% por parte do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), o que representa 1.492.221,46€.


Universidade do Minho (coordenadora do projeto)
(+351) 253 601 120
unisf@universidadesemfronteiras.eu
Links Úteis
www.universidadesemfronteiras.eu
Saídas Profissionais
A população mundial está a envelhecer, com a maioria dos países do mundo a assistirem a um aumento no número e na proporção de idosos nas suas populações. O fenómeno está mesmo prestes a tornar-se numa das transformações sociais mais significativas do século XXI, com consequências para quase todos os setores da sociedade. A necessidade social de investigadores nesse campo é evidente ao analisar a interdisciplinaridade e a relação entre o envelhecimento populacional e muitos setores económicos de interesse estratégico para as comunidades portuguesa e galega. O ciclo de estudos estará, nesse sentido, particularmente bem posicionado para colocar no mercado de trabalho profissionais altamente qualificados com grande diferenciação que poderão preencher as necessidades de doutores que coordenem os complexos processos de adaptação e resposta aos desafios do envelhecimento demográfico e populacional.
Vagas
20
Condições de Acesso
São admitidos à candidatura os detentores das seguintes habilitações:
a) Os titulares do grau de mestre (que, cumulativamente com o grau de licenciatura, deve perfazer um mínimo de 300 ECTS) ou equivalente legal em áreas disciplinares do campo das Ciências Sociais e do Comportamento;
Os titulares de graus académicos equivalentes aos referidos nas alíneas anteriores, organizados de acordo com os princípios do Processo de Bolonha, e conferidos por um estabelecimento de ensino superior de um Estado aderente a este Processo.
Critérios de Seleção e Seriação
1. Carta de motivação: até 20%
2. Carta de compromisso de acolhimento de tese (Opcional): até 20%
3. Apreciação científica e pedagógica do percurso académico do estudante: até 30%
4. Experiência de investigação: participação prévia em projetos de investigação, apresentações em congressos e reuniões científicas e publicações, estadias em laboratórios e/ou departamentos nacionais e internacionais: até 15%
5. Experiência profissional, em áreas relacionadas com o doutoramento: até 10%
6. Idiomas de interesse científico: conhecimento de outros idiomas, além do espanhol, galego ou português, como, por exemplo, o inglês: até 5%:
Nível A1 (ou equivalente): 0,2 pontos
Nível A2 (ou equivalente): 0,3 pontos
Nível B1 (ou equivalente): 0,5 pontos
Nível B2 (ou equivalente): 0,6 pontos
Nível C1 (ou equivalente): 0,8 pontos
Nível C2 (ou equivalente): 1 ponto.
Deverá ser enviada documentação que sustente o mérito alegado no currículo em anexo ao pedido de admissão ao doutoramento.
Caso a Comissão Académica considere oportuno, será realizada uma entrevista pessoal com o candidato antes da admissão.
Critérios de desempate de candidatos: Melhor classificação no critério “Apreciação científica e pedagógica do percurso académico do estudante”.
Data da Decisão
14-08-2021
Deliberação da A3ES
Data do Registo
22-09-2020
Validade
14-08-2024