Grau Académico
Licenciado (pós-Bolonha)
Objetivos
A Bioquímica é uma ciência multidisciplinar que utiliza métodos e estratégias das diferentes Ciências Exatas e Naturais e que permite aos seus licenciados apresentar uma sólida formação básica, de modo a compreender melhor os sistemas biológicos. A relevância desta área tem assumido um interesse acrescido na sociedade contemporânea, dado que os problemas do ambiente e da saúde são, muitas das vezes, explicados com base numa forte interação entre a bioquímica e as outras áreas do conhecimento científico.
A Bioquímica relaciona-se diretamente com as Ciências da Vida e, portanto, tem contribuído de um modo significativo para o desenvolvimento tecnológico em áreas diversificadas, como a da Saúde, do Ambiente, da Biotecnologia e das Agroindustrial
A Licenciatura em Bioquímica na UTAD é um curso de 1º ciclo com a duração de 6 semestres e 180 ECTS e que tem como principal objetivo a formação de profissionais com um elevado conhecimento da estrutura, organização e funcionamento da matéria viva, desde as suas bases moleculares até a integração no indivíduo. Os licenciados em Bioquímica deverão possuir uma sólida e abrangente formação de base no domínio das ciências biológicas, química e bioquímica, de modo a que estes venham a intervir de forma eficiente na investigação, na inovação, no desenvolvimento e acompanhamento de assuntos de diversos domínios, nomeadamente, aqueles que estão ligados à área da saúde. Os licenciados deverão ser capazes de participar na inovação no âmbito de diferentes Tecnologias. Espera-se que tenham de igual modo uma formação na área das Ciências Empresariais, de modo a terem sensibilidade adequada para este domínio.


Mais pretende-se:
- Desenvolver a capacidade de recolher e interpretar informação científica relevante e produzir julgamentos a partir de uma reflexão baseada em aspetos científicos e éticos e de transmissão de informação, ideias, problemas e soluções a audiências informadas;
- Integrar conhecimentos adquiridos e ter uma visão global dos fenómenos que decorrem nos sistemas vivos, de forma a interpretar/prever as suas modificações em função das características inerentes aos próprios sistemas e à variabilidade dos fatores externos;
- Desenvolver, através da experiência laboratorial adquirida, competências práticas, que lhe permitam a integração em laboratórios de controlo de qualidade e investigação;
- Desenvolver competências que lhes permitam acesso ao mercado de trabalho, para intervir de forma eficiente no acompanhamento, desenvolvimento e investigação em diversos domínios;
- Capacitar o licenciado para a prossecução de estudos num segundo ciclo em áreas complementares à sua formação: Bioquímica, Ciências da Saúde; Ciências dos Alimentos; Biotecnologia, Química e Biologia, entre outras.
Área CNAEF
Biologia e Bioquímica
(421) Portaria n.º 256/2005
Horário
Semanal: Diurno
Duração
6 semestres
ECTS
180
Saídas Profissionais
Os Licenciados em Bioquímica destinam-se a integrar os quadros de empresas públicas ou privadas, organizações ou entidades reguladoras, e entidades estatais podendo exercer várias atividades no domínio profissional, entre as quais as seguintes:
- Investigação científica em universidades, institutos, centros de investigação e laboratórios públicos ou privados;
- Desenvolvimento tecnológico de bens ou serviços em Institutos, Centros de Investigação e Laboratórios públicos ou privados;
- Exercer funções técnicas em laboratórios de análises laboratoriais médicas, de controlo de qualidade, de análise de águas e de alimentos, e farmacêuticos;
- Fornecimento e prestação de serviços técnicos, profissionais ou de consultoria em empresas de comercialização de reagentes e equipamentos da área das ciências químicas e biológicas;
- Outras carreiras – Jornalismo científico em revistas especializadas, serviço técnico em Organismos e Comissões Reguladoras.
Perfil do Diplomado
O diplomado em Bioquímica apresenta uma sólida formação no conhecimento da estrutura, organização e funcionamento da matéria viva, desde as suas bases moleculares até à integração no indivíduo. Esta formação assenta no conhecimento no domínio das ciências biológicas, de química e de bioquímica.
Terminada a sua formação o diplomado possuirá competências que o habilitam a ter uma visão global dos fenómenos que decorrem nos sistemas vivos, de forma a interpretar/prever as suas modificações em função das características inerentes aos próprios sistemas, e à variabilidade dos fatores externos a que são sujeitos, podendo executar um leque variado de funções em entidades com ligação às áreas do conhecimento referidas.
Entidades onde Exercer
Os diplomados em Bioquímica poderão desenvolver a sua atividade profissional em diferentes entidades:
- Instituições de Ensino Superior;
- Instituições e Centros de Investigação científica e de desenvolvimento tecnológico;
- Organismos públicos centrais, regionais e
locais;
- Gabinetes de Consultoria e Gestão de Projetos;
- Laboratórios de Análises Clínicas Médicas de Centros Médicos e Hospitalares e privados;
- Indústria química;
- Indústria farmacêutica;
- Indústria agroalimentar;
- Indústria agroquímica.
Código DGES
9015 (ver mais informações)
Vagas
50
Condições de Acesso
Preferência Regional:
não aplicável

Pré-requisitos:
não exigidos
Provas de Ingresso
Uma das seguintes provas: 02 Biologia e Geologia; 07 Física e Química; 16 Matemática
Nota Mínima
Provas de ingresso: 95 (escala de 0-200)
Nota de candidatura: 95 (escala de 0-200)
Nota do Último Aluno Colocado na 1ª Fase
2018: 125,9
2017: 123,0
Cálculo da Nota de Acesso
Média do Secundário: 65%
Provas de Ingresso: 35%
Data da Decisão
27-04-2016
Deliberação da A3ES
Data do Registo
18-03-2011
Validade
27-04-2022