EN

Docente da UTAD chamado a avaliar a queda trágica de árvore na Madeira



Luis Miguel Martins, docente e investigador do Departamento de Ciências Florestais e Arquitetura Paisagista da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), foi chamado pelo Ministério Público para avaliar as circunstâncias em que ocorreu a queda trágica de um carvalho de grande porte na Madeira, causando a morte a 13 pessoas e várias dezenas de feridos.

Recorde-se que tal ocorrência se deu no passado dia 15 de agosto, durante as festividades em honra de Nossa Senhora do Monte, quando várias centenas de pessoas se concentravam para assistir à passagem da procissão.

Reconhecido como reputado especialista na área da fitossanidade e segurança de árvores, Luís Martins deslocou-se ao local da tragédia onde, juntamente com as autoridades judiciais, fez a recolha de provas e completa agora os estudos de peritagem nos Laboratórios da UTAD de Fitossanidade Florestal, Tecnologia da Madeira, Micologia e Microbiologia do Solo e Solos e Fertilidade.

Em reconhecimento das suas capacidades científicas nesta área, o professor da UTAD tem vindo, com frequência, a ser chamado para avaliações preventivas da estabilidade de árvores de grande porte em jardins públicos ou privados e outros espaços verdes urbanos em diversos municípios do país.